Festa em Louvor a Nossa Senhora Rosa Mística

No dia 13 de julho,  a Comunidade Nossa Senhora Rosa Mística, que fica no bairro Tijuco das Telhas, celebrou a festa de sua padroeira. Foi uma noite muito alegre, com a união de paroquianos de várias comunidades.

Padre Luiz Carlos trouxe a lembrança de Maria como catequista, teóloga e missionária. Como primeira cristã, Maria nos ensina que seguir Jesus requer fidelidade. Será que também somos fieis? Será que vivemos aquilo em que acreditamos? A vida de Maria foi um sucesso, mas também foi de muito sofrimento. Maria esteve perto de Jesus o tempo necessário. Será que estamos perto de Jesus no tempo necessário ou só quando precisamos? De serva, Maria passou a ser Mãe, ela subiu na fé.

Encerrando a reflexão, padre Luiz Carlos contou mais uma prosa: “Diz que a mãe de Luizinho, um bebê de apenas 8 meses, precisou ir à casa da vizinha porque faltou açúcar. Ficou papeando por um tempo e quando percebeu, começou a ouvir gritos e a sirene do bombeiro. A mãe de Luizinho saiu correndo e mesmo com aquele monte de gente ao redor da casa que pegou fogo e os bombeiros tentando impedir que entrasse, ela entrou rapidamente, porque o Luizinho estava lá dentro. Ela enfrentou as chamas e pegou o Luizinho. Porém, saindo da casa, acabou caindo e se queimou. 10 anos depois, Luizinho reparou nas mãos de sua mãe e perguntou o motivo das mãos serem tão feias, parecidas com as mãos de um monstro. A mãe, chorando, contou a história ao Luizinho e completou: ‘São marcas de amor por você, filho'”. Será que Nossa Senhora não tem marcas de amor por nós também? Às vezes a vida marca a gente e não são marcas bonitas, não! Será que não somos marcamos porque amamos Jesus Cristo? Na história de Nossa Senhora Rosa Mística, Nossa Senhora apareceu a uma enfermeira e falou que o mundo precisa de oração. Será que não deixamos essa marca no coração de Nossa Senhora?

Confira alguns momentos da Festa em Louvor a Nossa Senhora Rosa Mística:

Fotos: Raquel Moreda

19989341_1509378919085319_9104261642246525889_n 20106534_1509378889085322_717204051115854291_n 20106578_1509379345751943_3714117523313357792_n 20106675_1509378995751978_8906673135648960411_n 20106706_1509379295751948_9086390869149477327_n 20108139_1509378639085347_4442100862688533934_n 20108340_1509380475751830_656656247903667962_n 20139622_1509377145752163_6108118359026365409_n 20139671_1509379039085307_7368186980446167424_n 20139692_1509380512418493_4601667751346865273_n 20139774_1509380795751798_3513001780180863182_n 20139798_1509379079085303_7397740133034613423_n 20139901_1509384455751432_5626362987266386995_n 20140100_1509378772418667_7978309107660614966_n 20155782_1509377139085497_2329947728324074387_n 20155893_1509378745752003_2059195871498180049_n 20228316_1509378742418670_2810922862100925161_n

Por Bruna Moraes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.


*