Formação Bíblica – I Tessalonicenses (Forania Santa Teresinha) – 21/09/2017

As quatro paróquias que formam a Forania Santa Teresinha do Menino Jesus (Paróquias Santa Isabel e Frei Galvão de Barão Geraldo e Nossa Senhora do Belo Ramo e Sagrado Coração de Jesus de Paulínia) se reuniram para uma Formação Bíblica cujo tema foi Carta aos Tessalonicenses. O Encontro aconteceu no dia 21 de setembro, na comunidade São Pedro, em Betel, e foi ministrado pelo Monsenhor Roberto Fransolin da Paróquia Santa Isabel.

Após um breve momento Mariano, o monsenhor iniciou falando da importância da BíDSC03334blia e que a mesma não pertence aos estudiosos, mas precisa estar na mão do povo. Comparou o Novo Testamento com as comunidades paroquiais, em que cada membro possui sua história, seu modo de ser e suas capacidades para contribuir para o bem da comunidade. Esta carta é muito parecida com o que nos propõe o documento 107 (Iniciação à vida cristã: itinerário para formar discípulos missionários) da CNBB que resumidamente afirma que iniciar a vida cristã significa mergulhar-se em Cristo.

“A Bíblia é como uma laranja: tem suco semente e casca. Quando a gente lê a bíblia, tem que aproveitar o suco. A semente e a casca a gente joga fora.”

O suco das cartas de Paulo são as certezas que o mesmo levava em seu coração. Uma delas é a vida, a morte e a ressurreição de Jesus. Esta certeza serviu como inspiração para Paulo, para criar novas relações na sociedade, fazendo surgir um mundo novo com transformação social.

A I Carta aos Tessalonicenses está estruturada da seguinte forma:

  • Saudação Inicial: Possui dois pontos importantes: Deus Pai e Senhor Jesus Cristo. O primeiro ponto é a aceitação de que Deus é Pai de Jesus, revelação do próprio Jesus aos discípulos quando os ensinou a rezar. O segundo ponto é um duplo reconhecimento de que Jesus é Senhor  e Messias, revelando que o núcleo central da fé na identidade e na missão de Jesus já tinha uma grande profundidade cristológica.
  • Paulo abre seu coração aos cristãos de Tessalônica: A semente da vida cristã cresce em meio às grandes dificuldades e perseguições e é através dela que as relações interpessoais se fortalecem.
  • Paulo dá recomendações e instruções: A comunidade é considerada como filha para Paulo, por isso reforça os apelos que fez pessoalmente, para ajudá-los a progredir na fé. Fala sobre:
    • A vontade de Deus
    • O ensinamento de Deus
    • A palavra do Senhor
    • A autoridade do Senhor
  • Saudações Finais: Reforça a saudação inicial. Se Deus é Pai de Jesus e Nele todos foram feitos filhos, então todos os cristãos são irmãos. Com fraternidade e orações, a carta deve ser lida a todos os irmãos.

Paulo exorta em suas cartas que o cristão deve levar sua vida cotidiana com calma, responsabilidade e amor. Destaca a importância do exemplo cristão, pois a maneira que uma pessoa vive, afeta os demais.

Monsenhor Roberto questionou aos presentes: o que moveu Paulo pela vontade de Deus e pelo bem dos fieis? “Ele queria que todos sentissem o que ele sentiu!”

Ao encerrar, relembrou do início do estudo em que comparou o Novo Testamento com as comunidades atuais. Quem vive pensando que a vida termina aqui, vive uma vida muito reduzida e não contagia ninguém. Em relação aos agentes pastorais, o monsenhor pede que cada um respeite as lideranças, aqueles que foram escolhidos para ensinar.

O que vale mais: A comunidade ou os interesses pessoais de cada um? O que é que me move? O que nós queremos hoje?

Ser mãe ou ser pai é ser referência. Agente pastoral é pai e mãe também, é preciso que cada agente pastoral assuma a missão e entenda que é referência para outras pessoas.

Tanto o documento 107 quanto esta carta aos tessalonicenses ensina que deve-se voltar a uma fonte da simplicidade, para um estilo novo de contagiar as pessoas. Os agentes pastorais devem deixar de ser “misseiros” (Pessoas que apenas vão às missas), que desliguem um pouco o celular e encontrem a motivação missionária, assumindo a grande missão: Apontar caminhos para as pessoas se aproximarem do Cristo.

Confira algumas fotos:

DSC03277 DSC03278 DSC03279 DSC03280 DSC03281 DSC03282 DSC03283 DSC03285 DSC03294 DSC03295 DSC03296 DSC03297 DSC03300 DSC03302 DSC03303 DSC03306 DSC03308 DSC03309 DSC03312 DSC03314 DSC03315 DSC03316 DSC03317 DSC03318 DSC03322 DSC03327 DSC03328 DSC03329 DSC03330 DSC03332 DSC03334 DSC03336 DSC03338 DSC03346 DSC03348 DSC03349 DSC03350 DSC03353 DSC03356 DSC03361 DSC03362

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.


*