Domingo de Ramos 2017

FB_IMG_1491907403424No último domingo, 9 de abril, iniciamos a Semana Santa com a Missa de Ramos. Com exceção das comunidades mais distantes que tiveram missas em suas localidades, todas as comunidades da paróquia marcaram presença nesta bonita celebração paroquial. A Missa teve início às 7h30 na Comunidade Sant’Ana. Seguindo em procissão até a matriz, os paroquianos cantaram e rezaram levantando seus ramos, relembrando a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém.

O Evangelho do dia narra a Paixão e Morte de Jesus na cruz. O nosso pároco, Padre Luiz Carlos, durante a homilia deixa claro que o amor de Deus O faz inclinar-se à nós, porque somos pequenos. E apresenta três gestos marcantes de Jesus neste período:

  1. Simplicidade: É marcante a entrada de Jesus em Jerusalém que acontece em um jumentinho. O animal dá o simbolismo de pessoa simples. Este primeiro gesto mostra a humildade de Jesus. FB_IMG_1491913477412A pessoa que não busca a simplicidade corre o risco de se frustrar facilmente.
  2. Silêncio: Mesmo diante de tantas acusações, Jesus permanece calado. Este gesto se dá pelo fato de Jesus saber exatamente o que se passava no coração daquelas pessoas. Eram pessoas que conheciam Jesus, mas foram manipuladas. Muitas vezes nos sentimos condenados em algumas situações, mas diferentes de Jesus logo gritamos com as pessoas ou reclamamos de Deus. Jesus exige de nós sacrifícios e, quanto mais Ele exige, mais perto está! No silêncio Jesus demonstra que é com o tempo que vai mostrar a todos nós como Ele nos ama.
  3. Serenidade: Jesus se inclina diante das dificuldades das pessoas. Preso com Jesus estava Barrabás cujo nome significa filho do pai, filho de alguém, filho da mentira, etc (“Bar” significa filho, “Abba” significa pai).  Quantas vezes nós escolhemos Barrabás mesmo tendo experiência com Jesus. Jesus se manteve sereno, não se vingou. Mesmo diante de tanta ingratidão, Jesus não nos abandona, Ele aposta em cada um de nós. E quem repete os gestos de Jesus, é sereno!

Os paroquianos da Frei Galvão bem conhecem o Luizinho, que é o personagem principal dos causos do Padre Luiz Carlos. Neste domingo, Luizinho, um menino muito esperto, forte e bonito, estava em casa quando seu pai chegou do serviço muito cansado e com fome. A mãe do Luizinho havia feito torradas, que acidentalmente ficaram todas queimadas. Ainda assim, o pai de Luizinho as comeu com manteiga, sem reclamar. Luizinho, muito curioso, sabendo que seu pai não gosta de torradas queimadas, perguntou o motivo de tê-las comido. Assim o pai explicou para o menino em voz baixa: “Filho, eu sei que sua mãe passou o dia todo trabalhando e limpando a casa, quase não tem tempo e por estar muito ocupada as torradas ficaram assim. Saiba que eu não gosto mesmo, mas não quero magoar sua mãe!” Moral da história: O pai de Luizinho inclinou-se diante das dificuldades da mãe.

A Semana Santa é uma oportunidade para mudança de vida, uma oportunidade para buscar exercitar essas três atitudes: Simplicidade, Silêncio e Serenidade. Será que não precisamos aprender a nos inclinar também em nossas comunidades, famílias e diante das pessoas que conhecemos?

Clique aqui e fique por dentro da programação da Semana Santa em todas as comunidades.

Confira alguns momentos da Missa de Ramos em nossas comunidades. Para visualizar mais fotos, clique aqui e curta nossa página no facebook.

 

FB_IMG_1491907438018
Saída da Procissão: Comunidade Sant’Ana
FB_IMG_1491907389344
Missa de Ramos – Matriz Frei Galvão
IMG-20170410-WA0032
Procissão – Com. NS de Fatima (Village)
IMG-20170410-WA0020
Missa de Ramos – Com. NS de Fatima (Village)
FB_IMG_1491907306464
Procissão – Com. NS das Graças – Bosque das Palmeiras
FB_IMG_1491907300202
Procissão – Com. NS das Graças – Bosque das Palmeiras
IMG-20170410-WA0003
Missa de Ramos – Com. Sant’Ana
IMG-20170410-WA0002
Missa de Ramos – Com. Sant’Ana

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.


*