Corpus Christi, nossa união com Cristo

Na noite em que ia ser entregue, ele tomou o pão em suas mãos, elevou os olhos a vós, ó Pai, deu graças e o partiu e deu a seus discípulos, dizendo: TOMAI, TODOS, E COMEI: ISTO É O MEU CORPO, QUE SERÁ ENTREGUE POR VÓS.
Do mesmo modo, ao fim da ceia, ele tomou o cálice em suas mãos, deu graças novamente e o deu a seus discípulos, dizendo: TOMAI, TODOS, E BEBEI: ESTE É O CÁLICE DO MEU SANGUE, O SANGUE DA NOVA E ETERNA ALIANÇA, QUE SERÁ DERRAMADO POR VÓS E POR TODOS, PARA A REMISSÃO DOS PECADOS. FAZEI ISTO EM MEMÓRIA DE MIM.” (cf. Lc 7, 17-20)

É através destas palavras que o Padre, em todas as missas, retoma aquilo que Jesus falou na Quinta-Feira Santa a seus discípulos, quando repartiu o pão e instituiu o Sacramento da Eucaristia.

Nossa Una e Santa Igreja Católica dedica este dia à festa de Corpus Christi, a festa do Corpo de Cristo, por isso é muito importante que relembremos o significado desta festa para continuarmos, a cada dia mais, aumentando a nossa fé Naquele que nos salva e nos dá coragem

O dia de Corpus Christi é celebrado todo ano na primeira quinta-feira que sucede o domingo da Santíssima Trindade. Neste dia nós devemos nos lembrar da paixão, morte e ressurreição de nosso Senhor, Jesus Cristo.

É muito comum as igrejas realizarem procissões nesta data para simbolizar o povo de Deus, um povo peregrino, um povo que deve constantemente sair em missão para servir. Esta é a única oportunidade em que o nosso Senhor sai às ruas das cidades cristãs ao redor do mundo abençoando e salvando, por isso é muito importante que participemos desta procissão. Também é muito comum a realização da Adoração ao Santíssimo Sacramento, uma forma muito profundada através da qual nós, católicos, podemos estabelecer um contato, uma comunhão com nosso Salvador.

Em verdade, em verdade vos digo: se não comerdes a carne do Filho do Homem e não beberdes o seu sangue, não tereis a vida em vós. Quem come a minha carne e bebe o meu sangue tem a vida eterna, e eu o ressuscitarei no último dia. Porque a minha carne é verdadeira comida, e o meu sangue, verdadeira bebida. Quem come a minha carne e bebe o meu sangue permanece em mim e eu nele.” (Jo 6, 53-56)

O Papa Bento XVI nos lembra que neste dia somos convidados a contemplar um dos maiores mistérios da nossa fé, a Santíssima Eucaristia, o Corpo e o Sangue de nosso Senhor, forma pela qual Cristo se faz presente no meio de nós, nos amando, nos protegendo e nos dando força para que possamos continuar sem cessar.

É muito importante irmos à missa não somente para rezar, mas também para fazer parte da Eucaristia, como bem diz o Papa Francisco, afinal, a comunhão é aquilo que nos une a Cristo, e tal união só pode acontecer se formos purificados de nossos pecados e protegidos do mal que há de vir, portanto, a Eucaristia, além de nos aproximar de Deus, nos afasta de todo o mal e de toda maldade, permitindo que busquemos uma vida de entrega, de devoção, de caridade e de santidade.

Alessandro Franco
Ministro da Palavra, Comunidade Santana

16508352_1263778497039132_7972211488393673347_n

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.


*